Sao Tome and Principe

ISO3
STP
Coming soon
24 April 2017 to 12 May 2017
Facilitators
Joana Rocha Dias
Henrique Pires dos Santos

 

wordcloud

 

Anúncio 1.2

 

18 April 2017

A Imprensa Internacional espalhou pelo mundo, que a primeira acção de cooperação da China em São Tomé e Príncipe a nível da agricultura, é marcada pela introdução do milho transgénico no arquipélago.

Elsa Garrido, cidadã são-tomense radicada no estrangeiro, escreveu uma carta aberta ao Governo, exigindo o fim de tal processo, que pode por em causa todo o ecossistema nacional, sem falar das complicações para a saúde pública.

A cidadã são-tomense, já pôs em marcha um movimento da sociedade civil, para impedir a cultura transgénica em São Tomé e Príncipe.

Autor:Elsa Garrido

Fonte: http://www.telanon.info/destaques/2017/04/12/24196/cidada-insurge-se-contra-a-introducao-de-milho-transgenico-no-pais/

 

Caldas da Rainha, 11 de abril de 2017.

CARTA ABERTA

EXMOS SENHORES

- Ministro da Agricultura de São Tomé e Príncipe;

- Ministro das Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente de São Tomé e Príncipe;

12 April 2017

Os camponeses, pescadores, pastores e outras pessoas que trabalham em áreas rurais produzem a maioria da comida saudável e diversa que comemos todos os dias. Na Europa e em todo o mundo, desempenham um papel central para assegurar a soberania alimentar das nossas comunidades e a resiliência do nosso sistema alimentar face às alterações climáticas. Contudo, as pequenas propriedades estão a desaparecer rapidamente e a agricultura camponesa está sob ameaça devido à expansão da agricultura industrial, à acumulação de terras e ao desmantelamento do apoio público.

31 March 2017

Um programa de conservação da biodiversidade e florestas dos países da África Central, financiado em nove milhões de dólares (8,2 milhões de euros) pelo Banco Mundial, União Europeia e Agência Francesa de Desenvolvimento, foi  lançado em São Tomé.

30 March 2017

JT: 29.03.2017 - O Banco Mundial, União Europeia, e Agência Francesa de Desenvolvimento, lançaram esta segunda-feira, na capital de São Tomé, um programa que abarca onze (11), países da África Ocidental, e Central, incluindo a República de São Tomé e Príncipe.

Estimado no montante global de 9 Milhões de Dólares, o programa de financiamento, visa a contenção da biodiversidade, florestas, e destina-se a apoiar, capacitar, e reforçar estruturas comunitárias, na participação e gestão das áreas protegidas, dedicadas as espécies únicas, e seriamente ameaçadas.