Forest Tenure

Responsible forest governance and secure forest rights are needed to reduce deforestation, combating climate change, and sustain the planet.

Forests are sources of multiple products and services of importance to a wide array of stakeholders, from local communities to urban citizens. In addition to contributing to human wellbeing and livelihoods, forests are important for people’s spiritual and cultural traditions. For many of the world’s poor, land and forests are important economic, social and cultural assets. In large parts of the world, however, local people’s use and ownership rights to resources are insecure, which undermines not only their livelihoods and sustainable resource management but also many development outcomes, such as biodiversity conservation, poverty reduction, improved food security and climate change mitigation.

Forest tenure and property rights determine who owns and manages forest resources. Forest tenure often is very complex, as there is an array of stakeholders with different interests to forests, such as the national and local state officials, the local users, local communities and Indigenous Peoples and seasonal users. Part of this complexity can be traced back to the colonial times, when many natural resources were taken over by the state while the rights of local resource users were unrecognized.  State control and management of land and forests persists in many areas today, yet these resources are claimed and managed by indigenous and local communities who base their tenure claims on community-based, customary rights that are commonly unacknowledged by states. Overlapping tenure rights often result from the co-existence of competing laws that emanate from the state and from communities.   The presence of multiple groups with overlapping and simultaneous tenure claims contributes to resource conflicts. In many countries, conflicts related to tenure and property rights are so grave that they result in social conflicts and violence, as well as environmental destruction.  

 

A stylized presentation of the bundles of rights

A stylized presentation of the bundles of rights (Courtesy of CAPRi)

 

Disclaimer: The data displayed on the Land Portal is provided by third parts indicated as the data source or as the data provider. The Land Portal team is constantly working to ensure the highest possible standard of data quality and accuracy, yet the data is by its nature approximate and will contain some inaccuracies. The data may contain errors introduced by the data provider(s) and/or by the Land Portal team. In addition, this page allows you to compare data from different sources, but not all indicators are necessarily statistically comparable. The Land Portal Foundation (A) expressly disclaims the accuracy, adequacy, or completeness of any data and (B) shall not be liable for any errors, omissions or other defects in, delays or interruptions in such data, or for any actions taken in reliance thereon. Neither the Land Portal Foundation nor any of its data providers will be liable for any damages relating to your use of the data provided herein.

Indicators

Indicator
Dataset (source)
Unit Year Obs Missing Values (%) Min Max Remove

Mapping

Loading data ...

Ranking

    Multimedia

    Latest News

    18 Enero 2017

    CIUDAD DE MÉXICO — Isidro Baldenegro López, un activista indígena dedicado a la lucha por la preservación de los bosques de pino y roble de la Sierra Madre de México, fue asesinado el pasado fin de semana, dijeron el miércoles las autoridades mexicanas.

    27 Enero 2017

    Eva Vergara/AP

     Detrás de los restos calcinados de lo que fuera la casa de Tarcila Becerra los caballos gimen por sus quemaduras, hay corderos con patas quebradas por tratar de huir de las llamas y en el suelo no queda ni una brizna de pasto para alimentar a las pocas gallinas que sobrevivieron.

    Las llamas que bajaron por los cerros arrasaron con su ganado y pertenencias en el mayor desastre forestal de la historia de Chile.

    Latest Blogs

    Latest Events

    7 Junio 2017 to 9 Junio 2017

    Ubicación

    Universidade Estadual de Campinas
    Cidade Universitária Zeferino Vaz - Barão Geraldo, Campinas - SP, Brasil
    13083-970 São Paulo
    Brasil
    BR

    O tema para 2017 será a Regularização Fundiária



    O Grupo de Trabalho em Governança de Terras tem a honra de apresentar a III edição do seminário que esse ano o tema principal será Regularização Fundiária. A data programada para o evento é: 07, 08 e 09 de junho de 2017.

    Para ver a programação e mais informações clique aqui.

    9 Mayo 2017 to 12 Mayo 2017

    Ubicación

    Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenvolvimento Sustentável
    Rua Christovam Lopes de Carvalho nº27, Sala 801
    Viçosa, Minas Gerais
    Brasil
    BR

    Com intuito de promover conhecimentos e experiência desenvolvidas na recuperação e degradação ambiental nos diversos biomas brasileiros, o evento pretende contribuir com a difícil tarefa de restauração desses biomas.

    Partners

    Library

    Displaying 1 - 6 of 388
    Legislation & Policies
    Mayo 2017

    A Lei n.º 62/2012, de 10 de dezembro, criou a bolsa nacional de terras para utilização agrícola, florestal ou silvopastoril, nos termos da qual a Direção -Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) exerce as funções de entidade gestora da referida bolsa. A Resolução do Conselho de Ministros n.º 24/2014, de 20 de março criou o grupo de acompanhamento da bolsa de terras, integrado, nomeadamente, por representantes das direções regionais de agricultura e pescas e das GeOp.

    Manuals & Guidelines
    Mayo 2017

    Esta publicação busca trazer a todos os Municípios brasileiros orientações sobre como incorporar a nova agenda de desenvolvimento, a Agenda de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030) no planejamento e na gestão municipal. Trata-se de uma agenda global para o desenvolvimento humano e sustentável à qual o Brasil, junto com outros 192 países, aderiu em setembro de 2015, e que deve ser implantada até 2030.

    Manuals & Guidelines
    Marzo 2017

    Este documento apresenta um método de análise econômico-ecológica
    de agroecossistemas. O desenvolvimento do método se fundou
    na necessidade de dar visibilidade a relações econômicas, ecológicas
    e políticas que singularizam os modos de produção e de vida da agricultura
    familiar, povos e comunidades tradicionais e que têm sido
    historicamente ocultadas ou descaracterizadas pela teoria econômica
    convencional. As contundentes evidências empíricas do fracasso dos

    Journal Articles & Books
    Marzo 2017

    A ideia de produzir este livro teve origem em um esforço compartilhado por organizações e redes vinculadas à Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) de sistematizar evidências dos benefícios do enfoque agroecológico na gestão técnico-econômica da agricultura familiar, aqui apreendida em suas variadas formas de organização produtiva e expressão identitária.

    Journal Articles & Books
    Marzo 2017

    Conscientes do colapso civilizacional com que nos defrontamos como espécie humana e inspirados pela Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida e que tem como lema Cultivar e Guardar a Criação (Gn 2,15), a edição de número 500 da revista IHU On-Line debate o tema que também é assunto central do ciclo de conferências promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU a partir do dia 15 de março até o final do mês de junho deste ano.

    Journal Articles & Books
    Marzo 2017

    As Unidades de Conservação cobrem 22% da Amazônia Legal e são uma estratégia eficaz para conservar animais, plantas e serviços ambientais, conter o desmatamento e manter o equilíbrio climático do Planeta. Contudo, as taxas de desmatamento em UCs vêm aumentando – em 2015 já superava a de 2012 em 79% –, assim como sua participação no desmatamento total da Amazônia, que passou de 6% em 2008 para 12% em 2015.